domingo, 7 de março de 2010

#empresas - GM transforma lixo orgânico em adubo

Fonte: Flexpedition [Mantido pela Chevrolet]
Mais uma iniciativa sustentável demonstra o forte compromisso da GM com o Meio Ambiente. Trata-se da utilização do processo de compostagem no Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba, visitada pelos jornalistas na Flexpedition 2010.
Este processo de compostagem evita, desde 2004, que cerca de 2.400 toneladas de lixo orgânico sejam jogadas nos aterros sanitários das cidades onde se localizam suas unidades industriais.
A compostagem é a reciclagem do lixo orgânico, formado pelas sobras de alimentos dos restaurantes das fábricas da GM. No CPCA, são servidas no restaurante, em média, 700 refeições por dia, gerando matéria-prima para o processo de compostagem.Todo este lixo que seria enviado aos aterros públicos é transformado em adubo orgânico, que retorna para a Natureza, sem prejudicá-la.
Por meio de processos de fermentação, os resíduos são transformadas em adubo orgânico que pode ser reaproveitado na Natureza. No minhocário, o material orgânico é misturado ao solo e as minhocas fazem seu trabalho de aeração e adubação, tornando a terra mais fértil, fofa e preparada para o plantio.
O adubo natural é utilizado nas áreas verdes das unidades da empresa, nos 80.000 m2 das plantações de macadâmias do Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba, e em mais de 450.000 árvores na área de reflorestamento.
Ao invés de poluir o meio ambiente com os restos de alimentos gerados nos restaurantes de suas fábricas, a GM encontrou, na compostagem, uma alternativa para a destinação do lixo orgânico e, ao mesmo tempo, a solução para parte da poluição gerada por estes resíduos.
Blah, é uma iniciativa boa, mas muito pequena comparado com o tamanho e poder econômico da GM. Mas estão indo no caminho certo.
Flw, e até+!

Nenhum comentário:

Postar um comentário